Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Entenda o Sisu

Publicado: Quarta, 24 de Julho de 2019, 14h46 | Última atualização em Quinta, 19 de Setembro de 2019, 11h33

A seleção para os cursos de graduação do Ifes é realizada por meio do Sistema de Seleção Unificada – Sisu. O Sisu é o sistema informatizado gerenciado pelo Ministério da Educação em que as instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, do ano anterior ao processo seletivo.

Pré-requisitos

Para ingresso nos cursos de graduação do Ifes, é necessário ter certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente e ter realizado o Enem no ano anterior, incluindo a prova de redação deste exame, na qual deve ter obtido nota maior que zero.

Seleção e Inscrições

O processo seletivo do Sisu é realizado duas vezes ao ano, sempre no início de cada semestre letivo. Os candidatos são selecionados de acordo com a nota do Enem do ano anterior, dentro do número de vagas em cada curso, por modalidade de concorrência.

As inscrições são gratuitas, via internet. O candidato pode escolher até duas opções de curso e é possível alterar suas opções durante o período de inscrições. Para acompanhar o calendário e todas as informações da seleção, acesse sisu.mec.gov.br.

Chamada regular
Os candidatos selecionados na chamada regular devem procurar a instituição para fazer sua matrícula no período estabelecido em edital. Para acompanhar os editais do Ifes, acesse a área de Processos Seletivos.

Lista de espera
Os candidatos que não foram selecionados inicialmente em nenhuma das suas opções podem participar da lista de espera, registrando a opção de vaga escolhida dentro do prazo para manifestar interesse na lista em sisu.mec.gov.br. A lista de espera é única e compreende ampla concorrência e reserva de vagas conforme a Lei nº 12.711/2012.

Ações afirmativas

Do total das vagas ofertadas, 50% são reservadas para candidatos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. As vagas reservadas à inclusão social por sistema de cotas serão subdivididas da seguinte forma: metade para estudantes de escolas públicas com renda familiar bruta igual ou inferior a um salário-mínimo e meio per capita, e metade para estudantes de escolas públicas sem a necessidade de comprovação de renda.

Para ambas as ações, parte das vagas será reservada a candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, e a outra parte das vagas será reservada para candidatos que se autodeclararem por outras etnias. Dentro de cada uma dessas categorias, parte das vagas será reservada a pessoas com deficiência.

ações afirnmativas no Ifes

Fim do conteúdo da página