Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Imagens > 2018 > Campi Santa Teresa e Itapina realizam roda de conversa sobre a Língua Brasileira de Sinais
Início do conteúdo da página
Central de Imagens

Campi Santa Teresa e Itapina realizam roda de conversa sobre a Língua Brasileira de Sinais

No dia 24 de abril comemorou-se o aniversário de 16 anos da lei nº 10.436, que reconhece a Língua Brasileira de Sinais como a segunda língua oficial do Brasil e o principal meio de comunicação entre a comunidade surda. Com o objetivo de dialogar sobre essa temática, na última terça-feira, o Campus Santa Teresa em parceria com o Campus Itapina, organizou uma roda de conversa.

O momento teve a participação do estudante surdo do 8º período de Engenharia Agronômica, Leonan Miguel Dueles Rocha, que demonstrando autonomia em suas atividades diárias, discorreu sobre suas experiências no Campus Itapina e os desafios encontrados no processo de construção de uma sociedade bilíngue.

O evento contou ainda com a presença da Tradutora e Intérprete de Língua de Sinais e Língua Portuguesa, Karla Percilia da Silva Fortes, Bacharela em Letras/Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que possui experiência na área da surdez e explicou sobre as ações tomadas pelo Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (Napne) do Campus Itapina, além de salientar a importância da formação de mais profissionais para atuarem na área.

A roda de conversa foi mediada pelo tradutor e intérprete de Língua de Sinais e Língua Portuguesa do Campus Santa Teresa, Julianderson Ribeiro Cravo, que abordou aspectos linguísticos e culturais da Libras ressaltando a necessidade de quebrar os paradigmas em relação à Língua de Sinais do Brasil.

Assista a notícia em Libras.

  • Criado em: Sexta, 27 de Abril de 2018, 17h15
Fim do conteúdo da página