Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Campus Linhares desenvolverá projeto de robótica para meninas de escolas municipais
Início do conteúdo da página

Campus Linhares desenvolverá projeto de robótica para meninas de escolas municipais

Publicado: Sexta, 22 de Fevereiro de 2019, 14h47 | Última atualização em Sexta, 22 de Fevereiro de 2019, 16h38

O projeto terá início no próximo mês e duração de 12 meses.


meninas robotic

O Campus Linhares, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), em parceria com a prefeitura de Linhares, dará início no próximo mês ao projeto Meninas na Robótica. O projeto tem duração prevista de 12 meses e visa estimular o ensino de robótica nas escolas públicas do município. Entre os objetivos da proposta está a criação de equipes femininas de robótica nas escolas para estimulá-las a participarem de olimpíadas e competições.

As atividades iniciais acontecerão no campus e, posteriormente, nas dependências das escolas. As ações do projeto serão realizadas por estudantes do Ifes, sob a orientação e coordenação de professores. Cada escola receberá uma bolsa de extensão para cada professor-orientador e até cinco bolsas de extensão no valor de R$100,00 cada, para os alunos selecionados para o projeto, além de um kit de robótica.

Para o diretor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão do Ifes, Geovani Alipio, a iniciativa é um marco na democratização do ensino de ciência e tecnologia “O projeto é importante não apenas para estimular a participação de meninas nas ciências, mas principalmente, aproximar o Ifes dos alunos e professores da Educação Básica”, declara.

O projeto foi aprovado na Chamada CNPq/MCTIC Nº 31/2018 – Meninas nas Ciências Exatas, Engenharias e Computação e receberá um apoio de R$ 90.400,00, que serão distribuídos em equipamentos e bolsas.

A Chamada teve como objetivo apoiar projetos para estimular a formação de mulheres para as carreiras de ciências exatas, engenharias e computação no Brasil, despertando o interesse de estudantes do sexo feminino da Educação Básica e do Ensino Superior. A iniciativa visa ainda combater a evasão, que ocorre principalmente nos primeiros anos, de estudantes do sexo feminino dos cursos de graduação nestas áreas, bem como aproximar as escolas públicas da Educação Básica das Instituições de Ensino Superior.

Com informações do Campus Linhares.

registrado em:
Fim do conteúdo da página