Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Pagamento de despesas e de auxílios são os temas centrais de audiência pública
Início do conteúdo da página

Pagamento de despesas e de auxílios são os temas centrais de audiência pública

Publicado: Terça, 11 de Junho de 2019, 14h30 | Última atualização em Terça, 11 de Junho de 2019, 16h55

Evento em defesa da Ufes e do Ifes reuniu servidores, estudantes e movimentos sociais na tarde desta segunda-feira (10).

Dúvidas sobre pagamentos de despesas de custeio (como água, energia, limpeza, segurança…), de auxílio estudantil, de bolsas de pesquisa e extensão e a valorização das instituições de educação, foram os temas mais discutidos na audiência pública que reuniu representantes do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Ministério Público Federal no estado (MPF/ES). O evento aconteceu na tarde desta segunda-feira (10), no Teatro Universitário.

O reitor do Ifes, Jadir Pela, focou sua apresentação na história e na presença da instituição no Espírito Santo, apresentou números da rede e mostrou a análise orçamentária de 2019. “Os cortes impactam principalmente em vigilância, limpeza, manutenção, combustível. Isso atinge diretamente no ensino, a pesquisa e a extensão. As bolsas custeadas pelo Ifes estão garantidas até junho, para o segundo semestre já não sabemos se será possível manter. Entretanto, as aulas do Ifes estão mantidas. Não vamos parar”, afirmou o reitor.

Reinaldo Centoducatte, reitor da Ufes, apresentou diversos resultados positivos da universidade e esclareceu que seguirá negociando com o Governo Federal. “Sempre trabalhamos com contingenciamentos e sempre negociamos com os governos. Não vamos parar, temos um compromisso com a sociedade capixaba”, esclareceu o gestor.

Para a procuradora regional dos Direitos do Cidadão no Estado, Elisandra de Oliveira Olímpio, os cortes são drásticos e inviabilizam a qualidade e a continuidade dos serviços prestados pelas instituições. “Hoje o momento é de ouvir os reitores sobre o diagnóstico e a partir disso, avaliar o que podemos fazer para ajudar, tanto judicialmente quanto extrajudicialmente”, afirmou.

O estudante Luiz Augusto Mendonça, representante do Movimento Estudantil Unificado do Ifes, afirmou que a audiência é importante para que a sociedade entenda o que está acontecendo. “Precisamos garantir que o ensino seja ofertado com qualidade, com laboratórios funcionando, com bolsas para desenvolvimento de pesquisa, extensão, com assistência estudantil, com tudo que torna o nosso ensino de qualidade”, ressaltou.

O evento também contou com a participação do deputado federal, Helder Salomão, além de representantes de sindicatos e movimentos estudantis do Ifes e da Ufes.

registrado em:
Assunto(s): ifes , ufes , audiência
Fim do conteúdo da página