Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Queijos produzidos nos campi Itapina e Santa Teresa estão entre os melhores do Espírito Santo
Início do conteúdo da página

Queijos produzidos nos campi Itapina e Santa Teresa estão entre os melhores do Espírito Santo

Publicado: Sexta, 27 de Setembro de 2019, 18h02 | Última atualização em Terça, 01 de Outubro de 2019, 12h51

Produtos foram premiados na 8ª Feira do Café com Leite, em Santa Teresa, na última semana.

Os queijos do tipo “Minas Padrão” produzidos nos campi Santa Teresa e Itapina, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), foram premiados na 8ª Feira do Café com Leite, realizada pela Associação de Criadores e Produtores de Gado de Leite do Estado do Espírito Santo, em Santa Teresa, na última semana. O Campus Santa Teresa conquistou o primeiro lugar e o Campus Itapina a terceira colocação nessa categoria.

A servidora Diomedes Patrocínio representou o Campus Santa Teresa e os servidores dos setores de Animais de Grande Porte e Agroindústria durante a premiação. No próximo ano, o campus pretende concorrer em todas as categorias de queijo (Frescal, Minas Padrão, Destaque Criativo e Queijos Curados). Na edição de 2018, conquistou o 2ª lugar na categoria “Queijo Frescal”.

Para o coordenador geral de Gestão de Campo, Hediberto Nei Matiello, as premiações nos últimos anos são reflexos do papel social do Campus Santa Teresa em relação a estudantes e produtores, com a possibilidade de inovar e de melhorar produtos laticínios já existentes. "O reconhecimento de nosso trabalho nos faz refletir como a comunidade regional nos avalia e aflora o sentido de unidade que deve ter a rede dos institutos federais", comentou. 

Em parceria com a Empresa Júnior de Consultoria Agronômica (Agrifes Jr.), o campus também expôs parte de seu plantel de ovinos. O setor de animais de médio porte conta com animais de variadas raças, entre elas Dorper, White Dorper, Santa Inês, Texel e hídridos, com aptidão para carne e leite. A exposição centrou-se na divulgação do trabalho de ensino e pesquisa, das características produtivas dos animais no contexto regional.

Já o Campus Itapina montou um estande para mostrar seus produtos e projetos. Para o coordenador geral de Gestão do Campo, Wilson Pancieri, a conquista demonstra a importância do Campus Itapina na agropecuária do Noroeste do Espírito Santo e Leste de Minas. “Esse prêmio é resultado do bom trabalho realizado no campus, principalmente nas atividades de produção e processamento de alimentos”, destacou. Em 2018, o campus já havia sido contemplado com o primeiro lugar no quesito Queijo Frescal.

Fontes:
https://santateresa.ifes.edu.br/
https://www.itapina.ifes.edu.br/

registrado em:
Assunto(s): queijo , itapina , prêmio , santa teresa
Fim do conteúdo da página