Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Projeto do Campus Guarapari envolve alunos no desenvolvimento de robôs
Início do conteúdo da página

Projeto do Campus Guarapari envolve alunos no desenvolvimento de robôs

Publicado: Segunda, 30 de Dezembro de 2019, 14h04 | Última atualização em Sexta, 03 de Janeiro de 2020, 10h06

Conheça o projeto.

robo cachoeiro

Aprender sobre robótica e colocar o conhecimento em prática. Esse é o foco do projeto de pesquisa “Implementação de serviços de uma plataforma robótica operada remotamente”, desenvolvido pelo professor Leonardo de Assis Silva, do Campus Guarapari, com estudantes do curso de Engenharia Elétrica. A primeira etapa do projeto, iniciada em 2018, teve como objetivo projetar e desenvolver um robô que pudesse ser controlado remotamente por Wi-Fi e realizasse algumas tarefas, como identificar um objeto em movimento por câmera, por exemplo.

Na segunda fase, que termina em 2020, o projeto trabalha para que o robô execute novas tarefas, mais complexas. De acordo com o estudante de Engenharia Elétrica, Matheus Reis Rocha, que faz parte do projeto de iniciação científica, no momento o grupo está trabalhando na melhoria do robô para dar início a uma nova etapa, que é fazê-lo mapear o ambiente, por meio de uma câmera integrada ao sistema, e assim desviar de obstáculos.

Matheus, que também cursou o Técnico em Eletrotécnica no Ifes, conta que sempre teve interesse em robótica, embora não tivesse muito conhecimento na área. “É uma experiência muito legal! Eu aprendi muita coisa, que vale não só para a vida acadêmica mas também para a área profissional”, destaca.

A expectativa do professor é criar outros robôs para implementar um sistema integrado entre eles, de forma que eles se comuniquem. Segundo Leonardo, há ainda a previsão de um laboratório de robótica do Campus Guarapari e, nele, desenvolver um ambiente inteligente. Ambiente inteligente é um espaço com sensores, que detectam mudanças no ambiente e a presença de pessoas, por exemplo, e robôs que executam diferentes tarefas. A estimativa é que o laboratório comece a ser implantado em 2020, para depois ser montado o ambiente inteligente.

“Como o Campus Guarapari é relativamente novo, a Engenharia Elétrica ainda não alcançou os últimos períodos. Por isso, minha pesquisa tem o objetivo de criar nos alunos conhecimentos em robótica e treiná-los na área de pesquisa e desenvolvimento”, explica o docente. De acordo com Leonardo, o objetivo principal é que os estudantes adquiram know how na área e, posteriormente, os conhecimentos e os produtos desses projetos de pesquisa podem ser utilizados em projetos como carros elétricos e cidades inteligentes.

 
Fim do conteúdo da página