Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > INPI certifica contrato para transferência de tecnologia entre Ifes e IMIP
Início do conteúdo da página

INPI certifica contrato para transferência de tecnologia entre Ifes e IMIP

Publicado: Quarta, 11 de Março de 2020, 14h37 | Última atualização em Quarta, 11 de Março de 2020, 14h51

Pelo acordo, o Ifes cede ao IMIP a plataforma utilizada para o Telessaúde.

plataforma salus

Nesta terça-feira (10), o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) concedeu ao Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) o primeiro Certificado de Averbação de Contrato de Transferência de Tecnologia. O certificado, na categoria Fornecimento de Tecnologia, é referente ao licenciamento da plataforma de teleconsultoria Salus, desenvolvida pelo Núcleo de Telessaúde do Campus Vitória para utilização do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), sediado em Recife, Pernambuco.

O Telessaúde ES é uma rede de colaboração e auxílio aos profissionais de saúde que atuam na Atenção Primária em Saúde (APS). Para apoiar essa rede, a equipe de servidores e alunos do Ifes desenvolveram uma solução denominada Plataforma Salus. A plataforma foi concebida pelos servidores Rodrigo Varejão Andreão; Marcelo Queiroz Schimidt; Jordano Ribieiro Celestrini e Gabriel Tozatto Zago, que atuam no Núcleo do Telessaúde do Campus Vitória. Marcelo Schimidt, gerente do Núcleo de Telessaúde do Campus Vitória, explica que o diferencial do programa criado no Ifes é sua facilidade de utilização. “É uma plataforma muito intuitiva e leve de ser usada, podendo ser executada via smartphone”, conta.

O IMIP já iniciou o uso do programa e, no ano passado, foram atendidas 604 requisições e 415 usuários pela plataforma. O contrato entre as instituições prevê ainda a implantação de melhorias. Um aperfeiçoamento já demandado pelo Instituto é uma solução para uso do programa em locais sem acesso à internet. A demanda surgiu a partir do trabalho que profissionais de saúde ligados a instituição realizam em comunidades indígenas, onde muitas vezes não há internet. O IMIP dá suporte a mil profissionais de saúde que atuam na Rede de Saúde Indígena. “A solução que planejamos implementar é o armazenamento das perguntas (“requisições”) até que o usuário tenha acesso à internet para envio ao sistema”, conta Marcelo.

Rodolpho Rangel, diretor de Extensão Tecnológica do Ifes e coordenador da Agência de Inovação do Ifes (Agifes), explica que o certificado emitido pelo INPI é uma espécie de validação do acordo de cooperação entre as instituições. “Também demonstra o impacto das pesquisas realizadas nos Institutos Federais na área da saúde”, aponta Rodolpho, que destaca a importância do trabalho de cooperação entre o Ifes e o IMIP em prol da saúde pública do país.

De acordo com Marcelo Schimidt, a cooperação entre Ifes e IMIP possibilita ainda o desenvolvimento de pesquisas que envolvam tecnologia e saúde. “Nós, da área de tecnologia, precisamos entender os problemas da área de saúde para que possamos criar soluções”, destaca. Ele conta ainda que está em andamento um acordo para transferência de tecnologia entre o Instituto e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) para o uso da plataforma desenvolvida no Ifes.

O Ifes conta ainda com outras tecnologias à disposição de instituições públicas e empresas privadas para transferência de tecnologia. Para mais informações, acesse: agifes.ifes.edu.br.

Telessaúde
Os Núcleos de Telessaúde são ligados ao Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes, que foi instituído pelo Ministério da Saúde em 2007, possibilitando o fortalecimento e a melhoria da qualidade do atendimento da atenção básica no Sistema Único de Saúde (SUS), integrando Educação Permanente em Saúde (EPS) e apoio assistencial por meio de ferramentas e tecnologias da informação e comunicação (TIC).

No Espírito Santo, o Telessaúde funciona por meio de parceria entre o Ifes, responsável pela parte de tecnologia da informação, com a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa). Só em 2019, a plataforma atendeu 926 profissionais de saúde no Estado e recebeu 1.797 requisições. Saiba mais em: telessaude.ifes.edu.br.

registrado em:
Assunto(s): telessaúde , Ifes , IMIP , tecnologia
Fim do conteúdo da página