Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Projeto de internacionalização do currículo no Ifes encerra primeira etapa
Início do conteúdo da página

Projeto de internacionalização do currículo no Ifes encerra primeira etapa

Publicado: Segunda, 21 de Janeiro de 2019, 10h32 | Última atualização em Sexta, 01 de Março de 2019, 16h29

Em 2019, o foco será acompanhar os grupos focais que têm interesse em ofertar cursos em línguas adicionais.

Durante todo o ano de 2018, a Assessoria de Relações Internacionais do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) executou a primeira etapa do projeto de internacionalização da instituição. Para este ano, os trabalhos se concentrarão no acompanhamento sistemático de grupos focais que tenham interesse e necessidade em ofertar cursos em línguas adicionais. O objetivo é fomentar uma cultura internacional na instituição, envolvendo toda a comunidade acadêmica.

O projeto é fruto da parceria entre Ifes e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, e parte integrante da Política de Internacionalização do Ifes, e pretende fazer com que a Internacionalização do Currículo seja uma ação institucional, em consonância com as ações de ensino, pesquisa e extensão. Em 2018, foi apresentado aos 22 campi do Ifes e a diversas outras instituições, como as que são membros da Rede de Internacionalização da Educação do Espírito Santo (Riees), além de outros institutos federais.

Para assessora de Relações Internacionais do Ifes, Verônica Barreto Rangel, a primeira fase foi bastante positiva. “Além de ter reunido profissionais das mais diversas áreas do conhecimento interessados na formação continuada e na oferta de educação de qualidade, suscitou um debate rico acerca do tema internacionalização do currículo mais especificamente na educação profissional, científica e tecnológica”, afirmou.

A assessora ainda destacou um dos gargalos para a implementação do projeto. “Por ser uma quebra de paradigma no modelo educativo de uma forma geral, ainda há resistência de boa parte de professores, estudantes e técnicos administrativos. Um dos principais motivos dessa resistência continua sendo a pouca fluência na língua adicional, o que naturalmente gera insegurança. Mas após a realização de um workshop ministrado na primeira fase do projeto, muitos participantes se sentiram mais confiantes para atuar de forma colaborativa”, complementou.

Fomento da Cultura Internacional
Em 2019, os trabalhos se concentrarão no acompanhamento sistemático de grupos focais que tenham interesse e necessidade em ofertar cursos em línguas adicionais. O objetivo é fomentar uma cultura internacional na instituição, envolvendo toda a comunidade acadêmica. A partir daí, de acordo com Verônica, é necessário que todos os atores envolvidos se comprometam com as ações.

“Isso significa dizer que a gestão institucional, sensível e conhecedora da matéria de internacionalização, deve tomar decisões congruentes às ações que serão realizadas pelos demais membros da comunidade acadêmica. E que professores, estudantes e corpo técnico administrativo, conscientes do seu papel como embaixadores dos assuntos internacionais, devem executar as ações educacionais em consonância com os princípios da Política de Internacionalização do Ifes”, explicou a assessora.

O principal objetivo do Projeto de Internacionalização do Currículo é possibilitar a internacionalização do currículo no Ifes por meio da educação bilíngue ou multilíngue, como também compartilhá-lo com instituições parceiras, o que, por sua vez, potencializará a mobilidade acadêmica nacional e internacional. Ele foi criado para apoiar professores e corpo técnico administrativo de todas as áreas de formação e atuação que desejam ofertar aulas, cursos e/ou projetos em inglês ou em outra língua adicional.

Saiba mais: Professora do Ifes ganha bolsa de intercâmbio nos EUA 

Fim do conteúdo da página