Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Início do conteúdo da página

Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização

Publicado: Segunda, 26 de Agosto de 2019, 13h28 | Última atualização em Quarta, 18 de Setembro de 2019, 14h20

Conheça algumas das ações voltadas para a formação de orquestras e bandas musicais no Ifes.

A formação oferecida pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) vai além da mera capacitação para uma profissão, buscando a formação para a vida. Nesse sentido, os estudantes aprendem não só em salas de aula e laboratórios, mas também vivenciam a experiência de fazer música. Dando continuidade a matéria sobre as atividades musicais, vamos conhecer algumas das ações voltadas para a formação de orquestras e bandas musicais no Ifes.

Veja também: Atividades musicais promovem benefícios que vão além das apresentações.

Pop & Jazz

vitoria pop jazz 3

Não dá para falar de música no Ifes sem lembrar da Orquestra Pop & Jazz. Fundada em 1984, como Banda de Música da Escola Técnica Federal do Espírito Santo (ETFES), tem como regente o maestro Célio Paula, um de seus fundadores. A Pop & Jazz é composta por cerca de 50 membros, entre alunos, ex-alunos e pessoas da comunidade.

A orquestra conta com naipes de saxofones, trompetes e trombones, aliados a guitarra, bateria, baixo e piano, além de percussão. Seu repertório é composto por músicas nacionais e internacionais de diversos gêneros, como: choro, samba, bossa nova, MPB, pop nacional, latin music, jazz classics, jazz standards, rock, pop fusion, black music.

A Pop & Jazz é formada a partir da Oficina de Música. Por meio dos cursos de musicalização, teoria musical, harmonização, improvisação e prática de conjunto e de orquestra, a Oficina prepara os alunos que, futuramente, poderão participar da orquestra. As vagas ofertadas são destinadas, prioritariamente, para alunos e ex-alunos do Ifes. Algumas vagas são oferecidas para a comunidade em geral.

Os editais de seleção para a Oficina de Música e para a Orquestra Pop & Jazz são divulgados sempre no início do ano letivo, com a possibilidade de abrir novas turmas no segundo semestre. Para a oficina, não é preciso ter conhecimento prático ou teórico. Já para a seleção da Pop & Jazz, é preciso ter conhecimento teórico e prático, além de participar de uma audição.

A Pop & Jazz se apresentará ainda neste ano em dois concertos em homenagem ao maestro Moacir Santos, intitulado Ouro Negro do Brasil: um na Grande Vitória e outro no interior do Estado, em datas a serem divulgadas posteriormente.

Música no Ifes

aracruz musica ifes 6


Em Aracruz, o projeto Música no Ifes estimula a formação de grupos musicais. O projeto da área de ensino, iniciado neste ano, busca propiciar aos alunos a oportunidade de ensaiar na sala de música do campus, que possui vários instrumentos. De acordo com a coordenadora do Núcleo de Arte e Cultura do Campus Aracruz, Érika Sabino de Macedo, “A sala é muito bem equipada com teclado, bateria, violões, sax, caixas de som e microfones”. Para o projeto, foram selecionados quatro monitores voluntários, que são músicos, e se revezam para manter a sala aberta para possíveis ensaios de alunos que queiram se cadastrar no projeto. Para acessar a sala, os alunos devem se cadastrar no projeto e agendar um horário.

“Atualmente já temos três grupos que ensaiam de forma frequente no espaço. A contrapartida do aluno é oferecer ao campus algumas apresentações nos Recreios Culturais, coordenados pelo professor Alexandre Maia”, conta Érika. Em agosto, o tema do Recreio Cultural foi Bossa Nova. A próxima edição trará o tema Pop Rock Brasil – anos 80 e as apresentações serão nos dias 5 e 17 de setembro.

Harmonizar
Para atender a demanda dos músicos da região, o Campus Nova Venécia oferece cursos de harmonia e improvisação musical por meio do Projeto Harmonizar. A primeira turma, ofertada em 2016, foi exclusiva de alunos do campus que já tocavam algum instrumento. No mesmo ano, foi ofertado o primeiro curso de extensão do projeto, voltado a comunidade externa. O curso contou com 40 alunos, que já possuíam conhecimento musical prático e tocavam diferentes instrumentos. Eles tiveram aulas de história da música, harmonia, improvisação, criação de arranjos, produção musical e até empreendedorismo cultural.

O curso teve como objetivo qualificar músicos amadores e profissionais para atuarem em bandas sinfônicas, marciais, big bands, fanfarras, entre outras. A conclusão do curso, em junho de 2017, contou com uma apresentação da turma no auditório do Campus Nova Venécia.



De acordo com o professor responsável pelo projeto, Ademir Deodato, há previsão de nova turma. Desta vez, o curso terá carga horária ampliada, com 150 horas, no mínimo, e deve ser semipresencial.

Pegue e Toque
Ainda em Nova Venécia, o Núcleo de Arte e Cultura iniciou o projeto Pegue e Toque, uma ação que disponibiliza instrumentos musicais em algumas salas do campus para livre uso dos alunos. “Os instrumentos, principalmente os violões, estão sempre a disposição para os alunos. Sem restrição, no sentido, pegue e toque”, explica o professor responsável Rogério Danieletto Teixeira.

Neo Mozart
A banda NeoMozart, formada por alunos do Campus Cariacica que possuem uma paixão pela música. “No início do ano fizemos uma seleção dos estudantes, em que eles nos enviaram vídeos. Fizemos audições às cegas, onde os candidatos puderam fazer suas apresentações e assim montamos a banda”, contou a professora responsável, Renata Có e Gomes. “Eles ensaiam pelo menos uma vez por semana após as aulas e se apresentam em eventos em nosso campus”, disse.

O estudante Bryan Cantanheides, responsável pela direção da banda, conta que atualmente são 13 membros, “selecionados não só para compor a banda mas também compartilhar experiências e aprender a viver em conjunto”, explicou. O grupo conta com violão guitarra, baixo, teclado sintetizador, piano, bateria, entre outros.

E o repertório é variado, segundo Bryan: “não optamos por somente um estilo, tocamos tudo aquilo que nos agrada e assim podemos ser mais flexíveis quanto as decisões de músicas”. A próxima apresentação da banda será no Festival de Música do Campus Cariacica no dia 26 de setembro. “Será uma apresentação com um repertório rico em qualidade musical e com direito a uma surpresa que poderá ser vista no dia”, disse.

Coquetel Molotov
No Campus de Alegre, o professor João Paulo Bestete de Oliveira reuniu alunos dos cursos técnicos em Agropecuária, Agroindústria e Informática e formou a banda Coquetel Motolov. A iniciativa tem como objetivo desenvolver e despertar o gosto musical dos alunos, segundo o professor. “A musicalização é um processo de construção do conhecimento, despertando e cooperando para o desenvolvimento da sensibilidade, senso rítmico, criatividade, do prazer de ouvir música, da imaginação, memória, concentração, autodisciplina, atenção, do respeito ao próximo, da socialização e afetividade, também contribuindo para uma efetiva consciência corporal e de movimentação”, afirma.

A banda é formada por 12 estudantes e conta com teclado, guitarra, baixo e bateria. O repertório é variado: rock e pop nacional e internacional, sertanejo e outros gêneros. A estreia foi na reunião de Pais e Mestres do campus, realizado no dia 8 de junho, e tem se apresentado em eventos específicos do calendário acadêmico do Campus de Alegre. As próximas apresentações serão nos dias 26 e 27 de setembro, na reunião de Pais e Mestres; e de 21 a 25 de outubro, na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Orquestra de Câmara
Lançada em julho deste ano, a Orquestra de Câmara do Campus Vitória surgiu como desdobramento do curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Prática de Conjunto Instrumental, ofertado aos músicos da região da Grande Vitória. “A orquestra é a parte prática do curso”, explicou o professor e regente Walter Costa Bacildo.

De acordo com o professor, com a nova turma do curso FIC, iniciada neste mês de agosto, o grupo passa a ter 50 componentes – antes eram 35. “Agora somos uma orquestra jovem, mas temos o mesmo porte de uma orquestra sinfônica”. O professor ressalta que, na próxima oferta do curso, a proposta é preencher vagas de músicos que toquem instrumentos que ainda não tem no grupo.

Com repertório que varia do erudita ao popular, a orquestra é composta por violinos, violas, violoncelos, flautas transversais, clarinete, trompetes, trombones e tuba. As novidades da formação atual é a percussão e o saxofone. O próximo concerto está agendado para 23 de setembro, em comemoração ao aniversário do Campus Vitória.

vitoria orquestra camara 1

Cultura no Ifes
Os Núcleos de Arte e Cultura (NAC) são responsáveis por desenvolver localmente a política cultural do Ifes, através do reconhecimento da diversidade cultural e da multiplicidade de expressões culturais, propiciando a democratização do acesso aos meios de fruição, produção e difusão cultural. Presentes em 20 campi, os núcleos elaboram, executam, promovem, acompanham e apoiam a realização de ações de arte e cultura, em parceria com os demais setores do Ifes e a comunidade externa, promovendo a articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão.

Esta matéria faz parte de uma série de notícias promovidas pela Assessoria de Comunicação Social e pela Secretaria de Cultura e Difusão com objetivo de dar visibilidade as atividades culturais realizadas no Instituto. Já foram abordados teatro, festas multiculturais e música e até o final do ano teremos audiovisual, literatura, cultura popular e artes plásticas para que conheçam mais do que acontece no Ifes.

Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização
Cultura no Ifes...
Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização Cultura no Ifes: bandas e orquestras estimulam a criatividade e a socialização


Imagens e vídeos enviados pelos estudantes e servidores dos campi de Alegre, Aracruz, Cariacica e Nova Venécia.
Imagens da Orquestra Pop & Jazz e da Orquestra de Câmara: Coordenadoria de Comunicação Social do Campus Vitória.

registrado em:
Assunto(s): cultura , orquestra , banda , música , instrumento
Fim do conteúdo da página